29 de jul de 2010

Sofrimento e Ousadia – John Piper



- O SOFRIMENTO É O PREÇO PARA TORNAR OUTROS OUSADOS -

Deus usa o sofrimento de seus missionários para estimular outros a sair de sua sonolência de indiferença e torná-los ousados. Quando Paulo foi preso em Roma ele escreveu sobre isso para a Igreja em Filipos. "A maioria dos irmãos, estimulados no Senhor por minhas algemas, ousam falar com mais desassombro a palavra de Deus" (Fp 1.14). Se tiver de fazê-lo, Deus usará o sofrimento de seus devotos mensageiros para fazer uma Igreja sonolenta despertar e assumir riscos por Deus.

Os sofrimentos e a dedicação do jovem David Brainerd exerceram efeitos sobre milhares. Henry Martyn registrou repetidamente o impacto de Brainerd sobre sua vida em seu Journal.

11 de setembro de 1805: Que exemplo de efeito estimulante ele tem
sido freqüentemente para mim, especialmente quanto ao fato de que
tinha uma constituição fraca e doentia!

8 de maio de 1806: Bendita seja a memória daquele santo homem! Considero-me um felizardo porque terei seu livro comigo na Índia, e assim, de certa maneira, gozarei do benefício de sua companhia e de seu exemplo.

12 de maio de 1806: Minha alma foi revitalizada hoje pela incessante
compaixão de Deus, de modo que encontrei o refrigério da presença
de Deus em deveres secretos; em especial fui abundantemente
encorajado ao ler o relato de D. Brainerd sobre as dificuldades em
realizar uma viagem para pregar aos nativos. Oh!, abençoada seja a
memória desse querido santo! Nenhum escritor secular jamais me fez
tanto bem. Eu me senti docemente alegre ao máximo por trabalhar
entre os pobres nativos aqui; e minha disposição foi, penso eu, mais
despida daquelas noções românticas que me haviam por vezes inflado
com falsos Ímpetos.

Cinco esposas inspiradoras

Em nosso próprio tempo é difícil exagerar o impacto que o martírio de Jim Elliot, Nate Saint, Ed McCully, Pete Fleming e Roger Youderian teve sobre gerações de estudantes.

A palavra que aparecia repetidas vezes nos testemunhos dos que ouviram a história de Huaorani6 era "dedicação". Porém, mais do que se tem sabido, foi a força das esposas desses homens que fez muitos de nós sentirem um impulso de dedicação.

Barbara Youderian, esposa de Roger, escreveu em seu diário naquela noite de janeiro de 1956: Esta noite o Capitão nos contou ter achado quatro corpos no rio. Um deles estava de camiseta e calça jeans. Roj era o único a se vestir assim [...] Deus me dera o seguinte versículo dois dias antes: Salmo 48.14: " [...] este é Deus, o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte". Ao me deparar face a face com a notícia da morte de Roj, meu coração se encheu de louvor. Ele era merecedor desta ida para casa. Ajuda-me, Senhor, a ser tanto mãe quanto pai.

Não é difícil perceber o propósito bíblico que Paulo apresentava. O sofrimento dos servos de Deus, uma vez aceito com fé e até com louvor, é uma experiência devastadora para santos apáticos cuja vida está vazia em meio a incontáveis confortos.

O número de voluntários dobrou depois de sua morte

A execução de Chet Bitterman, obreiro da Missão Wycliffe, pelos guerrilheiros colombianos do grupo M-19, em 6 de março de 1981, desen¬cadeou um zelo admirável pela causa de Cristo. Chet estava no cativeiro havia sete semanas, enquanto sua esposa, Brenda, e as filhas pequenas Anna e Esther esperavam em Bogotá. A exigência do M-19 era para que Wycliffe saísse da Colômbia.

Eles o mataram logo antes do amanhecer com uma só bala no peito. A polícia encontrou seu corpo no ônibus em que ele morreu, num estacionamento ao sul da cidade. Ele estava limpo e barbeado, com o rosto calmo. Uma bandeira da guerrilha envolvia seu corpo. Não havia sinais de tortura.

No ano seguinte à morte de Chet, "a lista de voluntários para trabalho internacional da Wycliffe Bible Translators dobrou. Essa tendência permaneceu". Esse não é o tipo de mobilização missionária que qualquer de nós escolheria. Mas é o caminho de Deus. "Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto" (Jo 12.24).

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...